Postagens populares

Pesquisar este blog

14 julho 2017

BRAZIL POLITICAMENTE CORRETO: ESCOLHA A VISÃO POSITIVA DA POLÍTICA E POLÍTICOS.

BRAZIL: PREFEITO QUE NÃO É POLÍTICO?



https://youtu.be/dfDDfEtH2q4. Máfia...atleticana?
Marina da Silva

O Brasil possui 5570 municípios e nas últimas eleições para vereadores e prefeitos, muitos candidatos fizeram seu marketing político negando ser político ou pelo menos não ser O político tradicional muito conhecido do povo brasileiro. O político das promessas; aqueles políticos que compram votos com dentaduras, telhas, sacos de cimento, cesta básica; os políticos corruptos que roubam, mas faz como afirmava Paulo Maluf; político que só rouba; político que não tem nenhum compromisso com a população que o elegeu! Estamos repletos de políticos tradicionalmente corruptos, ladrões dos cofres públicos e neste século XXI o banditismo na política virou a regra da Nação! Vivemos grave crise de legalidade e constitucionalidade desde a deposição da presidenta Dilma Rousseff reeleita para o mandato 2015-2018.
Alexandre Kalil se elegeu prefeito de Belo Horizonte, uma das metrópoles mais ricas do país, capital de um dos mais ricos estados brasileiros, Minas Gerais ,pregando o que é impossível e anticonstitucional: "EU NÃO QUERO SER POLÍTICO, QUERO SER PREFEITO!" 
É impossível ser prefeito sem ser político e não cair na bizarrice ou ofender a inteligência dos eleitores! O que está por trás desta afirmação de muitos candidatos É UMA GRANDE MENTIRA!
Logo, Kalil mentiu e pior, é um político mentiroso que na política se alia com políticos corruptos, mentirosos e do time adversário!
www.google.com.br/images. Comissão de frente: senador  Zezé Perrela (cartola do Cruzeiro, investigado por corrupção),  senador Aécio Neves (corrupto, envolvido com crimes da Lava jato),  prefeito Kalil (cartola do Galo) e Eduardo Azeredo (crimes do mensalão mineiro).


Política é a arte de administrar e criar "verdades" ou discursos para justificar a dominação de grupos que controlam e se apossam das riquezas e do poder. Poder é dinheiro - dinheiro é poder! Muito dinheiro é igual muito poder para governar, administrar, roubar dinheiro dos cofres públicos (veja casos da operação Lava Jato) e controlar o povo! É através do "estado" (prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais, governadores, senadores, presidentes) que os políticos exercem o poder. O estado é um mal necessário, um Leviatã [demônio poderoso] nas palavras de Thomas Hobbes, para manter o status quo (corrupção, concentração de riquezas) através da estabilidade do corpo político (políticos presos à grupos dominantes) e corpo social (população).
www.google.com.br/images. Precisa-se de bom administrador, honesto, ético, moral, trabalhador e responsável com os habitantes da cidade que o elegeu! Simples assim.


Realmente não precisa ser gênio para ser prefeito ou ocupar qualquer altíssimo cargo público no EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO! Precisa ter dinheiro ou aliar-se com quem tem dinheiro e o poder do dinheiro; se o candidato tem dinheiro próprio ou não (muitos são comprados por grandes empreiteiras, banqueiros, ruralistas, igrejas, narcotráfico) suas chances de ter uma "vaga ou cadeira" no poder público são altíssimas e para este objetivo os candidatos fazem de tudo, os fins justificam os meios: usam mentiras, falácias, grosserias, crimes de ódio, intolerância, racismo, homofobia, misoginia assassinatos, corrupção, recebimento e cobrança de propinas, etc. 
Um exemplo fora do Brasil: Dolnad Trump, um político bilionário poderoso, mentiroso, racista, misógino e exemplo para candidatos às eleições presidenciais 2018, caso ocorram, como Dória (prefeito de São Paulo); Jair Bolsonaro (deputado federal); Luciano Huck (showman com amigos poderosos envolvidos nos crimes de corrupção como Aécio Neves, Sérgio Cabral) que disputam entre si qual  é o Trump brasileiro. Deploráveis!
A doutrina política deste tipo de político tem sua fonte em Maquiavel (1469-1527): os fins justificam os meios ou "fazer o mal para fazer o bem"; um doutrinamento apropriado do século XVI e que justificou atrocidades nos autoritarismos ideológicos e imperialistas de Hitler, Stalin, Mao Zedong, Nixon e nas ditaduras militares da América Latina, a título de exemplos.

Resultado de imagem para aristóteles animal politico
www.google.com.br/images. Pensamento de Aristóteles.

Se a política faz mesmo parte do "ser" humano, da natureza humana, qualquer candidato que se elege contrariando esta herança ontológica-histórica-filosófica do processo civilizatório só o pode fazer através de mentiras, mau-caratismo, oportunismo político.
Usar a visão ontológica negativa da política, isto é, crer que a política é uma coisa ruim e que todos os políticos são corruptos é fazer política e vem sendo usada desde a invenção da política pelos gregos! E isto porque  quem governa, administra e faz a política tal como a conhecemos são - tanto no mundo antigo como no feudalismo, na idade moderna e atualmente - os donos das riquezas, do dinheiro! 
Claro que existe o lado bom da política, administradores bons, corretos e o maior exemplo brasileiro de como administrar, representar os interesses da sociedade que o elegeu vem de Graciliano Ramos. Seus relatórios tornaram-se peças históricas e nada impede que sejam seguidos, tomados como exemplo. É a escolha que diferencia os políticos corretos daqueles que se auto vangloriam em ser politicamente incorretos, isto é, corruptos e ladrões dos bens e riquezas públicas.
Os cidadãos e cidadãs de uma cidade, estado, nação emprestam suas forças sociais em prol de todos, da administração justa e correta e esta força é apropriada e transformada em força política e usada, na maioria das vezes contra o próprio povo! 
Resultado de imagem para Moreira franco e doria
www.google.com.br/images. Dória e Moreira Franco. "Um dos braços direitos de Michel Temer nas mudanças econômicas do Brasil, sobretudo as privatizações e pacote de concessões, Moreira Franco voltou para a mira da Operação Lava Jato, após executivo da Odebrecht delatar que o atual comandante do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) recebeu R$ 3 milhões em propina em 2014. Em nota oficial, Moreira Franco nega a acusação, classificando-a como "mentira afrontosa"."




Ao longo da História do Estado Moderno o que vemos é a criação de paisagens de medo, terror, intolerâncias, raiva, ódio, mentiras, rancor, assassinatos nas disputas para chegar ao poder. No Brasil sempre que podem, as disputas entre oligarquias coronelistas fazem uso das forças armadas para se manter/revesar no governo. Nossa ligação com liberdade e democracia é fragilíssima e em períodos de "risco geopolítico e geoeconômico" entre as potências mundiais como ocorre atualmente [somos quintal, colônia e aliados do governo norte-americano] há toda uma geoestratégia, midiatização e manipulação propagandística clamando pela "ordem e progresso". Um exemplo histórico da Guerra fria foi o financiamento pelos Estados Unidos de golpes de estado e ditadoras militares em toda América Latina contra a ameaça comunista!
A deposição da presidenta eleita Dilma Rousseff tem pouquíssimo a ver com os programas sociais do governo Lula, das pedaladas fiscais ou a parca distribuição de renda para os milhões de pobres e miseráveis brasileiros via Bolsa-família. 
O que estava/está em jogo é a dominação geoestratégica e geopolítica dos megas campos petrolíferos e de gás natural do Pré-sal que vieram a público em 2007. O que poderia tornar o Brasil uma potência regional também o tornaria "a eterna promessa" nas manipulações do xadrez geopolítico mundial conduzidos pelas investigações dos crimes de corrupção da Operação Lava jato que vieram a público em março de 2014. Tudo foi conduzido para destruir o governo do PT d petistas!

"Eu crio o desemprego", foi uma bravata do presidente golpista Michel Temer, no encontro G20 2017 na Alemanha. Embora tratada como um erro gramatical, criar desemprego foi uma ação política planejada para desestabilizar o governo Dilma Rousseff desde 2010, empobrecendo a população, jogando o país numa grave crise tanto econômica como política, especialmente a partir da reeleição de Dilma e serviu para destituir a presidenta constitucionalmente eleita para dois mandatos: 2011-2014; 2015-2018 e impor as "reformas" trabalhista, previdenciária, lei da Terceirização e congelamento de gastos públicos sociais por 20 anos. O Brasil sofreu um golpe de Estado e um governo de bandidos, criminosos, corruptos apossou-se da nação. Todos os poderes estão altamente harmônicos e imiscuídos em crimes de corrupção.




Temer é denunciado por corrupção e se torna primeiro presidente a responder por crime durante mandato. Rodrigo Janot acusa Temer de atuar em conluio com Rodrigo Loures em crimes relatados pela JBS"https://brasil.elpais.com/brasil/2017/06/26/politica


Quando Alexandre Kalil diz "EU NÃO QUERO SER POLÍTICO QUERO SER PREFEITO" ele está apenas usando um estratagema político de marqueteiro especialista em analisar o ICP- índice de confiança nos políticos e política [no Brasil beira a zero] e criar um vocabulário próprio para o candidato, cartola de futebol e um nome aparentemente fora dos círculos políticos. O mesmo ocorreu em São Paulo com Dória que sempre teve estreitas relações com Moreira Franco, ministro de Michel Temer,corrupto denunciado na Operação Lava jato.




Resultado de imagem para kalil eu não quero ser prefeito
www.google.com.br/images. Parece brincadeira, mas quem elegeu Kalil foram os torcedores do Atlético e do Cruzeiro. A disputa no segundo turno foi entre o goleiro do Atlético e o presidente do Atlético! País do futebol...

Beagá vem padecendo com  a péssima administração do governo Márcio Lacerda [2009-2016] precisa se recuperar, descobrir seu valor, sua riqueza e beleza para exigir boa administração da cidade, não como uma empresa de quinta categoria a serviço de interesses escusos como nos casos da duplicação da Avenida Antônio Carlos, Cristiano Machado; renovação do Mineirão e o sistema de transporte público BRT, obras suspeitas de malversação do dinheiro público!

O que existe tem qualidade baixa, baixíssima, questionável: por exemplo o serviço de limpeza urbana a cargo de três empresas terceirizadas e que recebem fortunas para manter a cidade suja, sem capina, jardinagem, podas, etc. O que já deveria estar acontecendo desde o primeiro dia do governo Kalil que prometeu não fazer nada, não fazer promessas, apenas colocar para funcionar o que já existe!  
Estamos nos meses secos: Abril a Agosto. Hora de capinar, podar, jardinar, cuidar de praças, jardins, parques, DESENTUPIR os bueiros, rios, córregos, riachos para evitar as desgraças das enchentes que só servem para desviar o dinheiro público sobre mortes e prejuízos para o povo de BH.
Transporte público: a farsa BRT com passagens caras e ônibus velhos, muito velhos, caindo aos pedaços. Se há ônibus deste século XXI são poucos e sobra suspeita de negociatas entre os políticos e os empresários de transporte!

Resultado de imagem para bh enchentes
www.goolge.com.br/images. Aécio Neves, governador duas vezes de MG;  Lacerda, prefeito duas vezes de BH contabilizando prejuízos das enchentes e decidindo quanto desviar dos cofres públicos e manter a população no mesmo risco ano após ano!



Um prefeito e meros vereadores não podem ser superiores a nós cidadãos e cidadãs de Belo Horizonte e dos 5569 municípios brasileiros, assim como não devemos nos deixar enganar por meras e caríssimas e suspeitas propagandas para não lidar com a realidade do lixo, da população de rua, da violência contra nossos jovens,  contra moradores de favelas. E ainda gastos com propagandas inócuas contra doenças como Dengue, Zica, Chicungunha! 
Os problemas da cidade não podem ser tratados como caso de polícia: morte aos pobres, traficantes, viciados, favelados, moradores de rua! O problema da educação não é "terceirizar" trabalhadores via "designação", um insulto à CF/88. O problema da Saúde não é gravar desabafos na mídia e incitar a violência e assassinatos dos trabalhadores da saúde! 

Os problemas da violência não é substituir a tinta vermelha do jornalismo 0,25 centavos pelo sangue de jovens assassinados todos os dias na cidade! O problema do crack não é prender ou internar os viciados, é tratar como uma questão de saúde pública, não criminalizando os usuários e justificando mais violência. O problema dos moradores de rua não pode ser tratado tomando seus pertences ou colocando fogo em suas "casas"! Gente não é lixo, eles não são lixo de gente, lixo é riqueza, sobrevivência, cidadania! Não basta cantar de Galo e dizer que Beagá agora é  "terreiro" alvinegro.

Cabe agora ao prefeito que não quer ser político tradicional, o mau político desmentir a própria mentira administrando e governando, não para os que mais necessitam (grandes empresários do ferro e aço e concreto; comerciantes, especuladores, FIEMG, banqueiros, etc) e sim para cerca de 2.500 milhões de belo horizontinos! E nós podemos ajudar a administrar a cidade! Cultura, lazer, diversão, arte, comida, moradia, escolas, transporte público eficiente e humano, segurança pública, limpeza urbana, etc. Faça funcionar prefeito!

O poder da corrupção, da desadministração, da canalhice, dos maus políticos podem ser minados com o poder de ESCOLHA políticos honestos, bons administradores! É o mesmo que achar agulha num paiol? Vamos separar o joio do trigo!Frases pessimistas, maldosas, mentirosas, traiçoeiras repetidas milhões de vezes ao dia todos os dias nos enfraquece: "Cada povo tem o governo que merece; Foi o povo que escolheu o corrupto, Todo político é corrupto, sempre foi e será assim..."! ESCOLHA NOVAS FALAS!
Cidadania é resistência às mentiras, é exercício de inteligência fazendo uso de todo o potencial da internet; é filmar, fotografar, denunciar, jogar na rede o que está errado e cobrar e fiscalizar os políticos eleitos! Chega de abuso do poder! Cidadania vai muito além do que apertar BOTÃO CONFIRMA os políticos de sempre! 
VIVEMOS O MUNDO DA TECNOLOGIA E ERA INFORMACIONAL: vamos usar as redes sociais, formar correntes de resistência à banalização da corrupção e roubalheira! Não aceite discurso politicamente incorreto, pois é mais uma estratégia para manter tudo como sempre esteve desempoderando o voto dos eleitores E PIOR dividindo a população em ricos X pobres, brancos X negros; mulheres X homens; heteros X LGBTRAN; coxinhas X mortadelas e outras idiotices que quebram a nossa força quando somos muitos mais fortes juntos!
Nos crimes da Lava jato 28 legendas foram denunciadas e à época, 2014, praticamente todas as legendas existentes.
Vote na pessoa, no candidato; conheça o candidato(a) em buscas no Google; nos sites do Ministério Público, Tribunal Regional Eleitoral. Afaste de si velhos hábitos de eleitor: votar em qualquer um porque é obrigatório! Votar em corrupto porque todos são corruptos e chegam lá e viram corruptos.
Aposte no lado POSITIVO DA POLÍTICA, DO POLÍTICO HONESTO, ESCOLHA MAIS MULHERES, PESSOAS CONHECIDAS DAS COMUNIDADES. Pode ser que depois deste golpe nos tirem até o direito de VOTAR!



15 junho 2017

BRAZIL: BELO HORIZONTE E O PREFEITO POLITICAMENTE INCORRETO

BELO HORIZONTE DESADMINISTRADA: UM PREFEITO QUE NÃO QUER SER POLÍTICO?

http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2016/10/21/. "EU NÃO QUERO SER POLÍTICO, EU QUERO SER PREFEITO". Prefeito de Belo Horizonte Kalil. 2017-2021.
Marina da Silva


Alexandre Kalil, cartola de futebol ligado ao Clube Atlético Mineiro, "o poderoso chefão", assim o classifica a mídia mineira/nacional futebolística ou não, é o atual prefeito da desadministrada cidade de Belo Horizonte, também conhecida como Beagá, Belô, Beozonti!
Apesar de não querer SER POLÍTICO, Kalil se filiou a um partido político PHS (uma das 35 legendas inscritas no TRE-Tribunal Regional Eleitoral) e se inscreveu para disputar com políticos de longas datas a prefeitura de Belô e venceu o pleito através dos votos dos eleitores e levou o cargo de prefeito!
Por que Kalil usou em sua campanha na mídia e no encontro com eleitores o discurso: NÃO QUERO SER POLÍTICO QUERO SER PREFEITO?

http://hojeemdia.com.br/. Milhares de seguidores na internet e uso intensivo das redes sociais. Novo fenômeno na política mundial usado por  marqueteiros especialistas em disputas políticas; um recurso que foi usado por Kalil em sua campanha. Citando um exemplo de PRIMEIRO MUNDO: Donald Trump, atual presidente dos Estados Unidos usou e abusou das redes sociais!

É POSSÍVEL DISPUTAR, NA POLÍTICA, UM CARGO POLÍTICO E NÃO QUERER SER POLÍTICO? O QUE ESTÁ POR TRÁS DESTE DISCURSO, NO MÍNIMO, TOLO? FARSA. MENTIRA. MANIPULAÇÃO!

É um fenômeno global na era das redes sociais: ativismo político nas redes para conclamar seguidores e preparar o meio de campo para adentrar na política fazendo uso de especialistas e mecanismos de busca (serch engine) que vêem o que as pessoas procuram, controlam as pessoas, seus medos, esperanças, desejos, influenciam comportamentos, forjam mentiras para aumentar ibope/venda de candidato/produto. Nos Estados Unidos tal "engenharia" está em alta tanto para convocar eleitores e/ou consumidores induzindo escolhas de mercadorias e/ou candidatos a cargos políticos como para vigilância de civis. O poder multiplicador da era informacional é estupendo e ainda muito pouco usado para o bem das comunidades pelo seu grande potencial social mundial criando novas formas para exercer a cidadania e construir uma sociabilidade mais humana.
O uso politiqueiro, sim, já está em pleno andamento neste século XXI e foi usado nas disputas presidenciais de 2014 tanto para eleger Dilma Rousseff para presidenta como para instilar ódio, fake news (vazar notícias falsas) e conduzir o gado, ops, Coxinhas e seguidores da hate machine ou máquina de ódio [Lulafobia, PTfobia, Dilmafobia] dando sustentação política ao golpe que destituiu a presidenta legítima e constitucionalmente eleita em 31-08-2016. A maioria dos detratores políticos  de Lula e Dilma e PT, defensores do impeachment ou estão presos ou estão sendo investigados nos crimes de corrupção da Operação Lava jato: Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara Federal (preso), Aécio Neves, governador de Minas por dois mandatos, destituído do senado e com um pé na cadeia onde se juntará à irmã Andreia Neves (presa), citando os mais exaltados. 
Mosaico a partir de www.google.com.br/images. A cidadania no Brasil é muito ligada ao ato de VOTAR e acreditar nas promessas de políticos  que irão "fazer melhor, fazer mais, governar para quem precisa, governar para todos" e outras frases de efeito! "Seu Zé preocupado anda numa de horror, pois falta um carimbo no seu título de eleitor. Quando acabar o maluco sou eu." Raul Seixas

Kalil apenas fez uso desta nova ferramenta de marketing político, aproveitando-se da gravíssima crise política de ilegalidade e ilegitimidade e inconstitucionalidade desde a eclosão dos crimes e prisões da Operação Lava jato e do baixíssimo ICP- índice de confiança nos políticos que se abateu sobre o povo brasileiro e especialmente na população de BH! Este oportunismo político ganhou força nas principais metrópoles do Brasil elegendo governadores, vereadores, deputados (estaduais, federais) e empossando uma presidência interina totalmente corrupta (Michel Temer e comparsas como Romero Jucá) e uma governança espúria entre PMDB, PSDB, PP, DEM, PR, PRB principais legendas denunciadas pelo Ministério Público Federal.

"Os casos (...) de Marcelo Freixo (Psol), no Rio de Janeiro; do Partido Novo, em Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e São Paulo; e de Alexandre Kalil (PHS), também em BH, são alguns exemplos de como a internet impactou de forma significativa as eleições 2016, marcadas pela restrição de financiamento e tempo curto de campanha. O que esses casos têm em comum é o fato de os candidatos de todos esses partidos já terem uma base de seguidores em redes sociais e um histórico de ativismo na internet, ainda que ele possa ter se amplificado durante a campanha. É o que explica o coordenador do Laboratório de Estudos de Imagem e Cibercultura da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Fábio Malini."http://hojeemdia.com.br/
Resultado de imagem para elias kalil poderoso chefão
www.google.com.br/images. Quem elegeu Kalil? Torcedores do CAM- Clube Atlético Mineiro e petistas que, apesar de terem candidato próprio, votaram com o objetivo de "quebrar" o PSDB de Aécio Neves. Belo Horizonte teve mais de 700 mil eleitores que votaram BRANCO, NULO, JUSTIFICARAM. Nenhum dos candidatos no segundo turno superou este número nem mesmo a soma dos votos dos dois candidatos João Leite e Kalil  atingiu 700 mil.

Kalil não é a exceção e sim a regra geral, um apelo mundial conhecido como "discurso politicamente incorreto" que parece dar uma nova cara e roupagem contra a velha política INCORRETA, DESONESTA! Uma falácia neoliberal impossível de se cristalizar no mundo real brasileiro onde coronéis jurássicos da política INCORRETA, mesmo enlameados pela corrupção, denunciados e investigados na Operação Lava jato dominam a política e estão governando o Brasil: a corrupção tomou todos os poderes! A cidadania representada pelo voto tornou-se impotente! Quem elegemos para administrar cidades, estados, país não REPRESENTA OS INTERESSES do povo e sim de grandes grupos monopolistas, cartéis (bancos, empreiteiras, ruralistas, especuladores financeiros, federações de indústria, etc). O Estado brasileiro está contaminado pela corrupção e desvios do dinheiro público em prol destes cartéis! E claro que os políticos mineiros  e de BH estão inclusos! 
Resultado de imagem para KALIL AECIO E ANASTASIA
www.google.com.br/images. Kalil e Aécio Neves politicando...

"Kalil diz que não é de nenhum partido - mas já foi filiado a três, candidato de dois e doou dinheiro para aliados políticos27/10/2016 11:58. Alexandre Kalil · PHS“Olha, gente. Tá começando essa briga de partido. É partido de cá, é partido de lá. Isso não me interessa. Eu não sou candidato de partido nenhum. Não coloquem partidos no meu peito”, Alexandre Kalil, do PHS, em vídeo publicado no Facebook no dia 10 de outubro."

"Todo político é corrupto! Entrou para política vira corrupto! Todo político é ladrão e mesmo o mais honesto dos homens e mulheres se entrar para a política vira ladrão!" É esta visão negativa da política e políticos que permeia o imaginário popular e na atual crise de corrupção Lava jato o lado negativo da política [mentiras, corrupção, roubos, desvios do dinheiro público, assassinatos etc] foi elevado ao extremo e adicionado à desconfiança histórico-social contra os políticos ganhou força extraordinária e vem sendo usada como marketing político. Crivella no Rio de Janeiro, Dória em São Paulo, Kalil em Beagá representam o oportunismo e as forças conservadoras de sempre cujo fundamento político "é mudar tudo para permanecer do jeito que está e sempre foi".
Politicamente INCORRETOS, Dória foi secretário estadual no governo de Mario Covas e seu vice-prefeito é o neto de Covas, Bruno Covas; além de ter laços com Franco Montoro, político corrupto delatado na Lava jato; Crivella, pastor e herdeiro da Igreja Universal do Reino de Deus, foi ministro da pesca no governo PT/PMDB; Kalil, embora proclame-se apolítico (não quero ser político) foi presidente do Clube Atlético Mineiro:

"Chegou a registrar-se como candidato a uma vaga de deputado federal nas eleições em Minas Gerais em 2014 pelo Partido Socialista Brasileiro,[24][25] porém desistiu antes do pleito pouco após a morte de Eduardo Campos.[26] Se desfiliou do PSB em seguida. Na eleição municipal de Belo Horizonte em 2016, concorre à prefeitura pelo PHS, como o apoio da Rede Sustentabilidade e do Partido Verde, tendo o deputado Paulo Lamac (Rede) como vice na chapa.[27]Foi eleito prefeito com cerca de 52,98% dos votos no segundo turno".1
Resultado de imagem para kalil e políticos mineiros
www.google.com.br/images. Kalil não gosta de político, não quer ser político, mas o que ele está fazendo ao lado de Aécio Neves (duas vezes governador de MG, senador e corrupto com pedido de prisão por crimes na Lava jato) e Antônio Anastasia (duas vezes vice de Aécio, duas vezes governador, senador citado nos crimes da Lava Jato)? Fazendo política INCORRETA que reelegeu Anastasia!




O QUE É O DISCURSO POLITICAMENTE INCORRETO?
Resultado de imagem para ROGER STONE
www.google.com.br/images. Roger Stone por ele mesmo. MAU! 

Todo o marketing político no país e em Belo Horizonte nas eleições de 2016 seguiu a prescrição Donald Trump e as Leis de Roger Stone2, lobista, republicano, marqueteiro, defensor de calúnia, detrações, fake news (mentiras na internet), discurso agressivo, falas violentas, instilação de ódio. 

O QUE ESTÁ POR TRÁS DO DISCURSO AGRESSIVO E POLITICAMENTE INCORRETO?
Manipulação subjetiva, marketing político insuflando ódio e intolerância, psicologização das massas demonizando a política, enfim, uma grande farsa e golpe político oportunista! Kalil é fruto desta farsa: grosso, oportunista, desprezo pela política e pelos oponentes, mentiroso, ignorantão, apesar do curso superior incompleto em engenharia como consta na internet. Acusado de dever ao INSS e não pagar 400 mil reais de IPTU  se elegeu aproveitando do caos político em que está o país desde a deflagração da Lava jato, do pessimismo, impotência, descrença e desconfiança dos eleitores em políticos "tradicionais".
Resultado de imagem para ROGER STONE MEMES
www.google.com.br/images. Você pode colocar metade dos apoiadores de Trump em uma cesta de deploráveis, certo? Eles são racistas, sexistas, homofóbicos, xenofóbicos, islamofóbicos." Hillary Clinton. Eleições 2016. Tradução livre. Troque TRUMP por JAIR BOLSONARO e dá no mesmo: mai um DEPLORÁVEL!


A política é uma invenção humana e tem DNA histórico na Grécia. Política é a arte de administrar os bens e riquezas produzidos socialmente em prol de todos (democracia), em prol de alguns (oligarquia) ou em prol de um (monarquia) tanto nas repúblicas como principados, diz Maquiavel, o mesmo defendido por filósofos como Platão, Aristóteles ou Norberto Bobbio em teorias e formas de governo!


ENTÃO VAMOS VER COMO ESTÁ BEAGÁ, SERVIÇO DE LIMPEZA URBANA APÓS QUASE SEIS MESES DO PREFEITO KALIL QUE NÃO É GÊNIO, POLÍTICO NEM TEM GÊNIO POLÍTICO:
Foto Marina da Silva. Praça dos Peixes, complexo de viadutos da Lagoinha, vista diariamente, anos seguidos, suja, depredada, jardins descuidados. E com Kalil... as fotos são de 30-05-2017 e 06-06-2017.

Foto Marina da Silva. Av. Antônio Carlos ao lado do Telha Norte. A serviço da Copasa, operários consertaram rompimento da rede de abastecimento de água e deixaram este acabamento no passeio. 01-06-2017.
Foto Marina da Silva. 06-06-2017. Avenida Antônio Carlos: lixo e mato. A capina começou no final de Abril.  O mato já está crescendo nas primeiras partes capinadas de tão lenta e sem sequência o modo como se faz esta simples tarefa. Nada a dizer sobre poda de árvores que ainda não deparei com nenhuma!
Foto Marina da Silva. Rua Mato Grosso, Barro Preto. Urina, fezes, lixo dia 06-06-2017 e urina, fezes e muito MAIS lixo 08-06-2017.
Fotos Marina da Silva
Avenida Antônio Carlos. Cachoeirinha. Lote vago lotado de lixo, mato, móveis velhos, carros, entulho de construção. Anos seguidos desde a inauguração em 2010 e a situação permanece em Kalil 2017. Logo lideramos números de DENGUE, CHICUNGUNHA, ZICA, FEBRE AMARELA, TUBERCULOSO, ETC.!

Foto Marina da Silva. 09-06-2017


ARRAIÁ DE BELÔ 09-06-2017. MARAVILHOSO! VISTA DO VIADUTO SANTA TEREZA!
DE OLHOS BEM ABERTOS:  POSTES E LUMINÁRIAS DESTRUÍDOS.

Foto Marina da Silva. 09-06-2017. Parabéns forrozeiros! Vocês são OS MELHORES DE BELÔ!

VIADUTO SANTA TEREZA: ESCADAS E BUEIROS: LIXO, URINA, BOSTA E MUITO FEDOR!



Fotos Marina da Silva

BUEIROS ENTUPIDOS: QUANTAS VEZES POR ANO SÃO LIMPOS OS BUEIROS DA CIDADE PARA EVITAR MAIORES ESTRAGOS, DANOS MATERIAIS E MORTES NAS ENCHENTES EM BEAGÁ?
Foto Marina da Silva. Um dos bueiros entupidos espalhados pela cidade. 2017.


QUANTO SE PAGA ÀS EMPRESAS TERCEIRIZADAS PARA NÃO FAZER CAPINA, PODA, JARDINAGEM, DESENTUPIR BUEIROS, VARRER, COLETAR LIXO, ETC, ETC...?

A SEGUIR A SAGA CONTINUA...
Esta novela  de desadministração, mentiras, falácias, PÓS-VERDADES espalhadas na mídia usando o dinheiro público tem muitos capítulos e este aqui é só um começo: desmascarando O GOVERNO PARA QUEM PRECISA DE UM POLÍTICO QUE MENTE DIZENDO QUE NÃO É POLÍTICO, QUE VAI LIMPAR BEAGÁ DOS POLÍTICOS TRADICIONAIS E MENTE TÃO MAL...




Fontes:
 1.KALIL, ALexandre. https://pt.wikipedia.org/wiki/Alexandre_Kalil; http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/as-frases-polemicas-de-alexandre-kalil-o-prefeito-eleito-de-belo-horizonte/;http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/sucesso-de-candidaturas-tem-ativismo-anterior-na-internet-; http://www.bbc.com/portuguese/brasil

2. Sobre Roger Stone assistir documentário NETFLIX: Get me Roger Stone.2017
http://apublica.org/truco2016/kalil-diz-que-nao-e-de-nenhum-partido-mas-ja-foi-filiado-a-tres-candidato-de-dois-e-doou-dinheiro-para-aliados-politicos/

06 junho 2017

BRAZIL: REFORMA TRABALHISTA ILEGAL E INCONSTITUCIONAL!

JUSTIÇA DO TRABALHO SOFRE COM BULLYING!



"(...) juízes tomam decisões irresponsáveis (...) a Justiça do Trabalho nem deveria existir." Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal, atolado em corrupção e denunciado na Lava jato.09-03-2017.



Marina da Silva

Maio mês do trabalho: exposição histórica do mundo do trabalho, palestras, seminários, visitas de estudantes, apresentação de talentos da casa, debates, entrevistas, palestras, congresso internacional e o I Concurso de monografias do TRT.3- Tribunal Regional do Trabalho - Terceira Região, Minas Gerais. O TRT.3 dedicou um mês inteiro à comemoração dos Setenta e seis anos de história, trajetória, desafios da Justiça do Trabalho no Brasil.
editadasitepalestraJustiadoTrabalhosuatrajetria_MM20.jpg
http://www.trt3.jus.br/ Palestra e premiação do I Concurso de monografias do TRT3.


"Encerrando as comemorações do Mês do Trabalho no TRT da 3ª Região [26-05-2017] os desembargadores Ricardo Antônio Mohallem, 1º vice-presidente do tribunal, e Luiz Ronan Neves Koury, 2º vice-presidente, ouvidor e diretor da Escola Judicial, proferiram palestra sobre o tema “Justiça do Trabalho: sua trajetória” para magistrados e servidores, que lotaram o auditório do 8º andar do edifício sede. Os palestrantes fizeram uma retrospectiva  da história da Justiça do Trabalho brasileira e falaram sobre  seu futuro."1.

Assisti a palestra sobre a trajetória da JT-Justiça do Trabalho e entrega de prêmios aos vencedores do I concurso de monografias do qual tive a honra de participar. O debate pautou pelo dualismo maniqueísta que se abateu sobre os direitos trabalhistas na CLT e Constituição Federal/1988 e a existência/necessidade de JT-Justiça do Trabalho especializada no país. Esta querela começa a partir da eleição de Collor em 1989 que promoveu a abertura econômica irrestrita do mercado brasileiro ao estrangeiro e deu início aodiscurso neoliberal e ataques ao Estado; um "para casa" recebido do FMI- Fundo Monetário Internacional através da cartilha neoliberal ou  "Consenso de Washington"2. Collor não durou muito, sofreu impeachment (1992) e o "para casa" foi levado à cabo  principalmente no governo de FHC- Fernando Henrique Cardoso (1994-2002).
A JT é arcaica, rígida e "imexível"3, inflacionada de leis, lenta, ineficaz, é contra o patrão e protege o trabalhador em qualquer circunstância; e ainda é corporativista e tem origem no fascismo italiano Carta del Lavoro. A JT é culpada pelos altos índices de desemprego no Brasil; a JT é obsoleta, onerosa, inchada, um dinossauro que inviabiliza a competição dos empresários brasileiros no mercado interno e externo e blá! Pregam os defensores do fim da Justiça do Trabalho (federações da indústria, confederações, cooperativas, associações, agremiações, clubes empresariais, etc) que não somente fazem lobby como "oferecem" e pagam mesadas, propinas e outras benesses por medidas provisórias e emendas que retiram direitos trabalhistas na CLT ou Constituição Federal de 1988.


DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA-PEA POR SETORES
 Resultado de imagem para composição da economia brasileira por setores produtivos FGV
http://www.geografiaparatodos.com.br(FGV-SP) Analise a distribuição da PEA (População Economicamente Ativa) por setor de atividade. Cerca de 60% da PEA- população economicamente ativa está alocada no SETOR TERCIÁRIO (comércio e serviços) e PRIMÁRIO. O Brasil é conhecido como "celeiro do mundo e fornecedor de matérias-primas de baixo valor agregado (agricultura, pecuária, minérios, PETRÓLEO, gás natural) SETOR PRIMÁRIO. 

"A insistência na rigidez no Brasil colide com a tendência mundial de flexibilizar os mercados de trabalho. O Brasil, ao elevar os direitos sociais que estavam na CLT para o nível da Constituição, em 1988, tornou o sistema de remuneração e contratação ainda mais inflexível, criando elevados custos fixos que vem inibindo as empresas no seu ato de empregar."Pregava José Pastore, economista de plantão na mídia global a partir de 1994 e agora recentemente. Pastore desengavetou sua bíblia  "Flexibilização dos mercados de trabalho e contratação coletiva"  e propala novamente o fim da JT, CLT, CF/88 (artigos dos direitos trabalhistas) e faz apologia da contratação coletiva e do "negociado sobre o legislado" na nova rodada para extinguir mais direitos trabalhistas aproveitando do caos que se instaurou (crise política) no país após o "impeachment" que depôs Dilma Rousseff conduzido por um Congresso Nacional altamente corrupto e envolvido nos crimes denunciados pela Polícia Federal e Operação Lava jato, já na sua 41ª fase. Pastore traz o velho discurso neoliberal, com a mesma roupagem e a serviço dos donos do poder!

"A Justiça do trabalho parece  até que está sofrendo bullying"5, disse na palestra Luiz Ronan Neves Koury, 2º vice-presidente, ouvidor e diretor da Escola Judicial do TRT3 que fez um resgate histórico e a trajetória das leis trabalhistas e criação da JT e CLT. Sorrisos na platéia. Será mesmo bulliying?

"o desembargador Luiz Ronan Neves Koury lembrou que as primeiras leis brasileiras que tentaram regular as relações de trabalho datam de  1918. E a partir daí sua evolução coincidiu com os diversos períodos da história do Brasil, tais como: a Revolução de 1930, a Constituição de 1934, primeira a citar a Justiça do Trabalho - termo que foi mantido na Carta de 1937 - mas só instalada de fato em 1941. A necessidade de reunir as normas trabalhistas em um único código abriu espaço para Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), criada em 1943. Citou ainda o golpe militar de 1964, que representou a mais dura repressão enfrentada pela classe trabalhadora, e 1970, quando surgiu um modelo novo de sindicalismo. Em 1988, uma nova constituição restabelece vários direitos perdidos pelos trabalhadores."

Imagem relacionada
www.google.com.br/images. Diante de um Estado em grave crise de legalidade, constitucionalidade e falsa representatividade do Legislativo, sobra ao povo brasileiro uma cidadania IMPOTENTE DIANTE DA FORÇA DA FALÁCIA DO CAOS NA PREVIDÊNCIA E O EXCESSO DE BENEFÍCIOS CONCEDIDOS AOS TRABALHADORES PELA LEGISLAÇÃO DO TRABALHO!


"Não existem empresários que querem se aproveitar de trabalho barato, diz presidente da CNI. (...)"A França, que tem 36 horas, passou agora para 80, a possibilidade de até 80 horas de trabalho semanal e até 12 horas diárias", afirmou na ocasião. Na verdade, a mudança no país europeu prevê 60 horas em casos excepcionais. Logo corrigido pela própria CNI, o equívoco de Braga foi o suficiente para levantar discussão sobre possíveis alterações nas leis trabalhistas e suas consequências." Robson Braga de Andrade presidente da Confederal Nacional das indústrias.http://www.bbc.com/portuguese/brasil


Se nos atermos às perdas e aos ataques aos direitos trabalhistas, à proteção social dos trabalhadores de carteira assinada, homens e mulheres, à Justiça do trabalho desde os anos Noventa do século passado aos dias atuais,  sem descanso na mídia e potencializada pelas novas tecnologias de informação (redes sociais na internet) realmente podemos fazer esta analogia: a Justiça do trabalho vem sofrendo bullying5 por mais de duas décadas!
Mas é verdade que a Justiça do Trabalho inibe a contratação de mãos-de-obra pelas empresas e eleva estratosfericamente o desemprego no país? Vamos verificar no gráfico abaixo atentamente E JOGAR POR TERRA TAL MENTIRA! 


PRINCIPAIS OBSTÁCULOS PARA SE FAZER NEGÓCIOS NO BRASIL

Resultado de imagem para composição da economia brasileira por setores produtivos FGV
http://portalibre.fgv.br



Por que somos menos competitivos e quais os principais obstáculos para se fazer negócios no Brasil? A resposta imediata É: a culpa é da Justiça do trabalho e das leis trabalhistas! Uma mentira espalhada na mídia seguindo os moldes das "Regras Roger Stone", o grande mentiroso, fomentador e fortalecedor do discurso politicamente incorreto, da  manipulação psicológica da população dos Estados Unidos através de mentiras e acusações infundadas e outros subterfúgios e instrumentalização do ódio e intolerância que levaram ao poder Donald Trump.6
Basta prestar atenção ao gráfico acima e é gritante que o  principal fator é a CARGA TRIBUTÁRIA (excesso de impostos), seguida pela administração fiscal, acesso ao crédito, capacitação da força de trabalho. 
Leis trabalhista e sistema judiciário não figuram como OS MAIORES OBSTÁCULOS para se fazer negócios no Brasil. A verdade é que na era da "pós-verdade" seja lá o que isto signifique (ludibriação, discurso vazio, calúnia, fake news) a manipulação subjetiva da população e a baixa formação escolar, cultural obscurece o entendimento e o exercício salutar da crítica, por exemplo deste singelo gráfico que desmente o descaramento da culpabilização da JT e leis trabalhistas por todas as mazelas do país!


Resultado de imagem para justiça trabalhista memes
www.google.com.br/images.

Uma das mudanças da "reforma trabalhista atinge seriamente a mão-de-obra feminina. Além do risco de perder o bebê em metrôs, trens, ônibus lotadíssimos, jornada exaustiva dentro de casa e fora em trabalhos  precários e exaustivos (principalmente trabalhadoras rurais e terceirizadas) agora será permitido às mulheres empregos em locais insalubres. Como assim? Como isso é salutar, salubre , saudável para as mulheres grávidas? E como por em risco a fertilidade, a gestação aumentam a competitividade das empresas brasileiras frente aos concorrentes globais que produzem na China, Índia, Indonésia, Vietnã, citando alguns países onde mulheres e homens trabalham exaustivamente em trabalho análogo ao escravo?

www.google.com.br/images. Produção de sapatos finos na Índia. Denúncia em 2008.


 "Nelson Marconi, da FGV/IBRE, defende que a competitividade da indústria brasileira depende de uma agenda que foque a redução de custos. “Isso implica uma estrutura tributária mais adequada para o setor produtivo, com tratamento diferenciado das importações usadas no setor exportador”, afirma. Marconi ainda sugere uma melhoria do custo de financiamento, com linhas de crédito especiais para as empresas que cumprissem metas de exportação. “Isso também poderia acontecer para o investimento em inovação, com uma linha de crédito mais rápida. Não significa protecionismo inconsequente, mas criar determinados incentivos e estimular as empresas a investir em inovação”, afirma.7 grifo meu


É VERDADE QUE O PAÍS SÓ CRESCE SE ACABAR COM A JUSTIÇA DO TRABALHO, COM A CLT E TODOS OS DIREITOS TRABALHISTAS? VEJA O GRÁFICO E CONFIRME O ÓBVIO...
UmaAgenda1
http://portalibre.fgv.br/ PORTAL LIVRE FGV/ UMA AGENDA PARA O CRESCIMENTO. Revista Conjuntura Econômica,Vol. 69 nº 07  JULHO  2015.




"LENDO" E DECIFRANDO O GRÁFICO DA FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS-2015

No governo "daquele-que-não-deve-ser-nomeado", PT- Partido dos Trabalhadores, Lula, Dilma (2003-2014) todos os índices econômicos, de crescimento social, redução da desigualdade e pobreza e miséria demonstram prosperidade e criação de empregos, surgimento de uma nova classe média: a classe C d e e tudo ocorreu dentro E COM LEIS TRABALHISTAS E A JUSTIÇA DO TRABALHO!
Logo, não há como culpabilizar as leis trabalhistas (CLT E CF/1988) e a Justiça do Trabalho pela crise atual,  UMA CRISE política ligada ao altíssimo grau de corrupção desvelados pela Operação Lava jato da Polícia Federal envolvendo os três poderes: destaque para o Legislativo e Executivo e os principais partidos que comandam o país, os donos do poder: PMDB, PSDB, DEM, PP, PR, PRB e mais duas dezenas de legendas nanicas! 
Uma leitura atenta ao gráfico acima: DESACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO EM PAÍSES SELECIONADOS é incontestável que o período que corresponde  2007-2013 no Brasil é de crescimento econômico, com uma queda em 2009 ligada à crise financeira mundial de 2008,  crise Sub-prime com epicentro nos Estados Unidos, mas uma "marolinha no Brasil" nas palavras do presidente Lula, fato comprovado pela volta do crescimento entre 2010-2013 e a queda do crescimento a partir de 2014, ano em que veio a público os crimes de corrupção da Lava jato e a reeleição de Dilma Rousseff que teve seu governo boicotado e inviabilizado e destruído por um "impeachment" (golpe). 
www.google.com.br/images. O Brasil tomado por bandidos!

Os principais defensores do impeachment são os maiores criminosos investigados pela Lava Jato: Eduardo Cunha (preso), Michel Temer, Romero Jucá, Aécio Neves, Sérgio Machado,  Franco Montoro citando alguns para não alongar o texto.

Atacar a Justiça do Trabalho e as Leis trabalhistas e conduzir a reforma da Justiça do Trabalho e da Previdência não é "bullying", mas um ataque frontal a democracia, a liberdade, ao estado democrático de direito assim como a destituição da presidenta eleita Dilma Rousseff em 31-08-2016 e servem para desviar a atenção da delação premiada da JBS, irmãos Joesley Batista e Wesley Batista que apresentaram provas irrefutáveis contra vários políticos comprados pela empresa (1.829 políticos corruptos) entre eles o presidente interino Michel Temer, Eduardo Cunha, o senador e candidato derrotado por Dilma em 2014, Aécio Neves e sua irmã Andreia Neves (presa), principais articuladores do golpe.
É neste momento de total crise de representatividade, ilegalidade e inconstitucionalidade que políticos corruptos estão conduzindo a toque de caixa e à revelia dos cidadãos e cidadãs, reformas neoliberais que penalizam o povo brasileiro e precarizam ainda mais o mercado de trabalho! 




Fontes:

1.https://portal.trt3.jus.br/intranet/noticias/entrega-de-premios-de-concurso-de-monografia-encerra-mes-do-trabalho

2.  Sobre o tema: "O termo Consenso de Washington ficou conhecido como um conjunto de medidas de ajuste macroeconômico formulado por economistas de instituições financeiras como FMI e o Banco Mundial, elaborado em 1989. Entre essas "regras" que deveriam ser adotadas pelos países para promover o desenvolvimento econômico e social estavam: disciplina fiscal, redução dos gastos públicos, reforma tributária, juros de mercado, câmbio de mercado, abertura comercial, investimento estrangeiro direto, com eliminação de restrições, privatização das estatais, desregulamentação e desburocratização, direito à propriedade intelectual."http://www.politicaeconomia.com/2011/10/os-efeitos-do-consenso-de-washington-na.html

3. MAGRI, Antônio Rogério. Sindicalista, político e autor do "Imexível". "Entrou para a política através do sindicalismo, tendo sido presidente do Sindicato dos Eletricitários de 1978 a 1990. Em maio de 1989 foi eleito presidente da Central Geral dos Trabalhadores (CGT). A posição de destaque numa importante entidade sindical e seu apoio pessoal a Collor fizeram com que, após a vitória eleitoral deste último, fosse chamado a compor a lista de ministros do novo governo. Mais tarde, envolvido nas acusações de corrupção em que foi flagrado confessando ter recebido 30 mil dolares de propina e as que atingiram todo o entorno de Collor, foi demitido em janeiro de 1992, afastando-se definitivamente da política e do sindicalismo atuante  "É associado a um neologismo da década de 1990, quando respondeu a um repórter que questionara se o salário também seria reduzido, dizendo: "O salário do trabalhador é imexível"https://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B4nio_Rog%C3%A9rio_Magri

4. PASTORE, José. Flexibilização dos mercados de trabalho e contratação coletiva. São Paulo: LTr, 1994.


5. "Bullying é um ato caracterizado pela violência física e/ou psicológica, de forma intencional e continuada, de um individuo, ou grupo contra outro(s) individuo(s), ou grupo(s), sem motivo claro."http://www.infoescola.com/sociologia/bullying-na-escola/

6.
 Sobre Roger Stone, Donald Trump e as eleições presidenciais nos Estados Unidos 2016 Ver documentário NETFLIX GET ME ROGER STONE. 2017

7. PORTAL LIVRE FGV/ UMA AGENDA PARA O CRESCIMENTO. Revista Conjuntura Econômica,Vol. 69 nº 07  JULHO  2015.
8http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2017-05/delator-da-jbs-disse-que-pagou-propina-politicos-com-doacao-oficial